05 October 2010

3 coisas

Todos nós temos pequenas particularidades. Algumas delas são físicas, outras emocionais.
Cada um recebeu uma criação de uma forma, princípios e bases morais diferentes. E até certo ponto essas bases foram suficientes, porém, o que fazer quando essas bases te fazem duvidar?
Ou seu corpo começa a te pedir para quebrar essas barreiras?
Não é fácil você conviver com dúvidas em sua cabeça sobre o que é certo ou sobre o que é errado, em relação a sua criação. 
Como lidar com a dúvida 'será que x coisa é realmente tão grave?' ?. 
Como lidar quando antes você tinha uma ideia fixa em sua mente, e aquilo lhe parecia ser certo, contudo, alguns meses depois, isso passa a ser questionado por sua mente. Sua consciência te diz uma coisa, seu coração outra e seu corpo ainda outra. 
O medo te consome, e a curiosidade também. Você passa horas e horas refletindo sobre isso ou aquilo. Até que você chega a uma conclusão, que sim, você vai enfrentar esse medo, pois nada pode ser tão grave assim, e você está decidida e ir em frente e vencer esse obstáculo na vida, pois de alguma forma, isso te fazia se sentir diferente, ou inapto, em certas ocasiões.
E essa diferença te incomoda. Então você manda tudo para o ar!
Não por pressão externa, afinal, ninguém sabe dessa sua particularidade, entretanto, você está disposto a sanar uma das 3 coisas que não te deixam em paz[mente,corpo,coração - e vou deixar a conclusão de qual deve ser sanado, com você caro leitor].
O momento chega, ou está por vir, e você se apavora! Contudo, você também anseia esse momento, mas, tem medo do que virá depois, será que o arrependimento virá?
Será que foi o certo a se fazer ?
E o que fazer quando a oportunidade de enfrentar todos os medos chega, e você não se sente capaz de bater de frente?
Provavelmente você está a espera das respostas, mas elas não virão.
Não é fácil saber que não há fórmula para enfrentar nossas crises existenciais, apenas ir em frente e ver no que vai dar. 
E torcer para a decisão ser a correta.

1 comment:

killer queen said...

Meu anjo da guarda! Há quanto tempo não passo aqui para de fato deixar um comment, não? Mas estou aqui escrevendo e posso dizer que após ler esse seu artigo e tendo como base as minhas experiencias próprias eu conclui que o fato de não haver fórmulas faz com que a escolha certa seja exatamente aquela que escolhemos. Que nós somos os senhores de nossas vidas, que Deus nos deu a oportunidade de ponderarmos aquilo tudo o que vamos ou nao fazer, então viva o hoje, faça aquilo que seu coração lhe mandar fazer. A alma deve ser guiada por doces sensações, enfrentar os medos, seguir em frente... bem, a força para isso está dentro de nós, basta saber acessá-la. Sei que você sabe encontra-la dentro de você, sei que os medos estão lá, mas conhecendo você como eu conheço eu nao tenho dúvidas de que você realmente enfrentará todos eles e, sobretudo, saberá viver, não apenas existir.