09 December 2012

Supostamente

  Pessoas são estranhas não? Muitas vezes você pensa que conhece alguém, quando no fim você se surpreende. Talvez, esse artigo seja bem clichê, mas enfim...
  Você já sentiu como se um amigo seu dissesse algo para você, mas na realidade ele pensa outra completamente diferente? Bom, eu já, e tenho sentido isso com certa frequência ultimamente. Não vou dizer quem, pois não interessa; mas é triste, pois numa amizade - supostamente - deveria haver sinceridade. E não apenas nas amizades; voltarei nesse tópico mais tarde. No meu ponto de vista se uma pessoa faz algo que desagradou um amigo, ele [o amigo] deveria contar, e ambos conversarem. Isso evitaria essa sensação desagradável. Talvez o amigo esteja em negação sobre tal fato; ou não queira admitir para si próprio. Porém essa atitude é maléfica para ambos, primeiro para si próprio por ficar em cima do muro, sem ter certeza dos fatos - e convenhamos, a incerteza é uma das piores coisas do mundo! - e, para o amigo, por se sentir incomodado com essa situação, sem falar.
  Isso, sem falar num possível sentimento de inveja. Sejamos otimistas e acreditemos que é inconsciente. Esse é um dos piores sentimentos existentes, afinal ele trás consigo a destruição. Apesar de ser uma situação incômoda, poderia se tornar algo legal. Enfim, ainda assim, não dá para ter certeza; pois nunca se sabe o que se passa na cabeça do outro, não?
  Sabe, se joga! Diz o que se passe na sua cabeça, e diz se te incomoda, seja claro; não guarde as coisas para si, é sempre uma má ideia. Se as coisas forem ditas de uma forma sutil, porém explícita, e ambos expuserem seus pontos de vista tudo fica bem. E não existem muitas opções do que pode acontecer, ou alguém cede, ou encontram um meio termo. O bom entendimento entre as pessoas é sempre uma boa ideia. Eu sei que é difícil, mas será que vale a pena; ficar nesse silencio, quando as coisas poderiam ser resolvidas com umas simples conversa?

27 May 2012

Depoimento

       Meus caros leitores e caras leitoras, nesse artigo vou falar sobre algo relativamente 'polêmico'.  Essa semana o assunto das revistas foi o suposto abuso sexual sofrido pela Xuxa. Digo isso pois até uma revista cujo conteúdo deveria ser decente, e de cultura geral ou até mesmo um conteúdo com informações sobre o mundo, política, etc. E ao receber essa revista em casa vejo que uma das manchetes é o bendito do abuso sexual da Xuxa. Não quis julgar a matéria, apesar de ter achado um absurdo esse assunto ser manchete, e fui ler a reportagem.  Ao ler a reportagem [apesar de ter um leve, magrinho, pobre, mixuruca conteúdo realmente informativo sobre o comportamento, ou dicas para detectar  quando uma criança está sofrendo esse tipo de abuso] eu vi que diversas pessoas deram o seu depoimento, muitas delas até mesmo se identificaram [com fotos,nome completo - só faltou o endereço!]. E essa exposição toda me fez pensar e pensar e repensar. Como uma pessoa que sofreu tal violência consegue sair se expondo como se ela tivesse apenas sido assaltada. Os depoimentos contavam detalhadamente a experiência de cada um, e confesso que achei isso chocante, parecia que essas pessoas estavam contando o que lhes aconteceu como um troféu. E essa atitude é quase repugnante. De modo geral, uma pessoa com um mínimo de educação, senso de integridade e noção do que é possível ser exposto ou não; não saí publicando coisas do tipo 'fiz sexo,me masturbei,  tenho cinco mil reais na conta, sofri abuso sexual!'. Esse tipo de coisa é muito pessoal, muito intimo, e nem todo o mundo precisa saber disso.  
           É lamentável uma criança ter que passar por isso, principalmente pois a criança se sente culpada pelo que acontece, sem contar que uma criança é um ser inocente, sem noção do que está acontecendo. E francamente, qual é o pega, tesão, graça de tocar no corpo de uma criança? A menina não tem nenhuma curva, não tem seios e nem bumbum ainda! Qual a graça? Cá entre nós, o atrativo ao se relacionar com uma mulher não deveria poder passar a mãos nas curvas, apertar, tocar, sentir as curvas dela? Definitivamente é algo cruel, e sem sentido... Mas existe cada louco, fraco e [insira seu xingamento aqui, pois eu vou manter o nível no meu blog]... Nada justifica uma atitude dessas, e nada justifica tal exposição, ainda que fosse um depoimento não identificado eu até entenderia, mas com nome, onde trabalha, idade...
         Todos os dias nós sofremos violências, podem ser elas verbais, visuais, físicas ou sexuais. E cabe apenas a quem sofreu algo do tipo decidir, se quer seguir em frente ou ficar preso a isso. Se você decidir seguir em frente, não significa que você não se importa com o que aconteceu, apenas que você é forte o suficiente, que apesar da situação ser horrível você tirou uma lição dela. E agora, não vai ser qualquer coisa que te colocará para baixo. Agora, se você decidir se apegar a essa fatalidade, coração... sinto lhe avisar, mas você não vai ser nada  além de uma ameba, com medo de tudo, sem contar que você vai ser visto como 'coitadinho', a única coisa que você terá das outras pessoa vai a pena deles. 
      Então, erga a cabeça! Sacuda a poeira, e mostre que você é mais forte que as pessoas, as pessoas que foram fracas o suficiente para abusarem de uma pessoa que não tinha como se defender. Afinal, fazer mal para uma pessoa que não pode se defende, é covardia, incapacidade, e inutilidade!

18 May 2012

Receita

            Você já conseguiu se libertar de um 'âncora' do seu passado? Por âncora eu quero dizer uma história [ de amor de preferência ]  que você ficou presa por um bom tempo.  Por mais que vocês tenham terminado, e até mesmo nunca mais se viram desde então, e mal sabem se um ou outro está vivo - ou não, vai saber?! Apesar de tudo, você ainda era apaixonada por ele, vivia pensando nele, e revivendo os momentos passados juntos, e sentir novamente aquelas borboletas no estômago. Essas sensação se torna um porto seguro, um aconchego, e uma segurança, esperança, uma lembrança e uma fonte de calor para a alma. São para esses momentos que você corre, se abrigar neles quando tudo vai mal, e quando você pensa em desistir. Afinal, existe algo melhor para se refugiar do que a lembrança de uma pessoa que te amou no momento em que você mais precisou? Aliás, existe algo melhor do que amar e ser amado por uma pessoa especial, que era exatamente [ e mais um pouco ] o que você precisava? Não, acho que não.
            É complicado esquecer, deixar pra lá, virar a página, seguir em frente, e se abrir para novas experiências. O medo de se machucar, de sofrer, de comparar, de ser infeliz... Não é fácil, apesar de necessário. Muitas pessoas dizem que a melhor receita para curar um amor antigo é com um amor novo, e posso te garantir que não é a melhor receita não! Muitas vezes a gente não escolhe ficar preso a alguém, é quase inevitável. Quando você percebe, já se passaram um, dois... cinco anos, e você ainda tem a esperança, e o desejo de um dia poder rever a pessoa em questão. E por mais que você tente seguir em frente, se relacionar com outras pessoas, não dá certo. O relacionamento dura alguns meses, poucos meses aliás; o que não passa de um apelo - inconsciente - para encontrar um substituto, ou para você esquecê-lo. 
           Não existe nada mais especial do que alguém te dizendo 'you are mine' ou assumir para quem quiser ver que você é 'the other half of me', e foram essas frases, e atitudes doces que transformaram uma pessoa normal em alguém mais que especial. E vamos combinar, não é fácil abstrair alguém que você julga perfeito. E em momentos como esse, que você tem que se lembrar que pessoas perfeitas não existem, momentos sim! Infelizmente os momentos não duram para sempre, lembranças sim. Contudo, viver do passado te impede de construir seu futuro. E eu já te explico. Pensa comigo: seu futuro você constrói durante seu presente, que por sua vez, não passa de um reflexo do que você fez do seu passado. Meio complexo, eu sei, mas é a mais pura verdade. E no fim, de que adianta você viver em uma coisa que não voltará? Se seu futuro é aquilo que fez do seu presente, mas se você apenas se foca no passado, por consequência você não está nem no presente, e muito menos terá futuro. Chato isso não? 
           De certa forma, você vive numa grande escuridão, num túnel sem fim... Sinceramente,  não existe receita para sair desse túnel. Você pode forçar quantos relacionamentos quiser, apenas o tempo vai fazer você superar, e voltar a viver no presente, e a construir um futuro. E quando você estiver pronta para viver o presente, e guardar no coração com muita ternura esses momentos vividos, você vai começar a enxergar uma pequena luz no fim do túnel - literalmente! E assim, você vai começar a perceber realmente as pessoa que estão ao seu redor, e quem sabe uma dessas pessoas não é especial o suficiente para iluminar completamente sua vida?! 
          Isso não é impossível, sabia? Não é porque uma pessoa foi 'mágica' na sua vida que outras não podem ser também. Mas isso você só poderá perceber quando sair da escuridão. Deixar o passado para trás, e seguir em frente, pois cada um de nós tem momentos ainda melhores reservados em algum lugar do futuro. Não estou falando para você fingir que seu passado não existe, isso seria uma coisa absurda de se pedir, pois somos frutos do passado. Apenas peço para não deixar que ele tire de você as oportunidades que batem a sua porte.

15 April 2012

Sensual

Você acredita em Deus? Bem, eu acredito. E devo dizer que tenho muita fé n'Ele, e eu peço um minimo de respeito caso você, caro leitor, não acredite em Deus, ou algo similar, pois não pretendo criticar ninguém e nenhum ponto de vista ou crença, apenas expressar minha crença e ponto de vista.
Voltando ao ponto inicial...
Eu tenho muita fé em Deus, apesar de não frequentar nenhuma igreja, ou fazer parte de alguma religião. Não sei se estou errada, ou certa, apenas posso dizer que ainda não me 'encontrei' em nenhuma igreja/religião; então me contento em ter minha fé. E eu creio que muitas vezes Jesus, Deus ou seus anjos 'aparecem' para nós aqui na Terra, e em situações inusitadas e de formas e aparência ainda mais inesperada. Digo isso pois uma vez minha avó diz ter visto um anjo uma vez em que ela atravessava uma rua, e de repente o sinal ficou verde para os carros e ela estava no meio da rua, e um homem veio e abraçou-a e com ela atravessou a rua, e depois da travessia ela não o viu mais. E eu também posso dizer ter visto Jesus, mas não na forma de homem, mas sim de um velho.
Não, nós não veremos anjos, Jesus ou Deus como caras altos,  lindos e sensuais, pois nós provavelmente não prestaríamos atenção na mensagem que eles tentarão nos transmitir. Enfim, estava eu dentro de um ônibus, voltando para minha cidade, era um ônibus de viagem só para esclarecer, e ele estava bem vazio, haviam apenas 3 passageiros, eu, uma senhora e esse senhor. E devo dizer que ele começou a falar comigo desde que eu entrei dentro do ônibus, e devo confessar que achei muito estranho, e até fiquei desconfortável. Principalmente quando ele se sentou atrás de mim, e tentou puxar conversa de todas as formas possíveis. 
E eu comecei a prestar atenção n'aquilo que ele falava, e vergonhosamente admito que foi mais para que ele me deixasse em paz mais rapidamente. Contudo, as palavras dele, apesar de toda sua forma rustica de falar, me deixaram bem, me acalmaram e me trouxeram paz. Então eu comecei a olhar bem dentro de seus olhos, e vi uma paz e profundidade que nunca havia visto em ninguém, e eu conheço uma boa quantia de pessoas.
E foi aí que eu entendi, que as vezes, pode ser Deus tentando se comunicar conosco, pois Ele já havia tentado de diversas formas antes, e Ele não conseguiu e então tentou uma abordagem mais direta. Pode ser só coisa da minha imaginação, e parecer bobeira, ou pode ser verdade. Mas, acreditar que aquilo foi real, me agrada e muito!
Então, da próxima vez que um estranho tentar falar contigo, apenas ouça! Pois pode ser algo muito bom e reconfortante. Obviamente você não deve dar atenção para qualquer maluco que aparecer, pois eu não preciso nem dizer o quão perigoso isso é, mas, se você sentir, bem no fundo do seu coração que você deve ouvir o que essa pessoa tem a lhe dizer, ouça!

16 March 2012

Sereno

Você já fez algo e se arrependeu depois? E eu não estou falando de festas, e noitadas, bebidas ou até mesmo sexo, mas sim de atitudes que ferem pessoas queridas. E você aprendeu com sua atitude errada, e nunca mais cometeu o mesmo erro ou se arrependeu prometeu mudar, e mudou por um tempo e depois voltou a cometer os mesmos erros?
Bem, eu já fiz, e posso dizer que é horrível.  Não sei o que é pior, o sentimento de arrependimento ou de fazer outra e outra vez,e ver que suas promessas de mudar de atitude de nada adiantaram?
Honestamente, as duas são péssimas, porém, você já parou para se perguntar o motivo pelo qual você age dessa forma? Bem, as vezes é como uma resposta, do tipo ação e reação. Alguém faz algo para você e isso te magoa e tais atitudes são sua forma de proteção, protesto ou resposta. Algumas vezes a resposta é silêncio, simplesmente fingir que não liga para as palavras duras que lhe foram ditas. Ou você  responde àquilo que te magoou? Ou ainda, conversa sobre o acontecido?
Independente do tipo de reação que você teve,  você já parou para pensar qual foi o motivo que levou aquela pessoa a dizer coisas que te magoaram? Muitas vezes nós só estamos no lugar errado, e na hora errada. Talvez a pessoa em questão estivesse com raiva, e sem perceber, descontou em ti. Ou ela apenas está se sentindo sufocada e explodiu como uma forma de apelo por atenção e alguém para conversar. Okay! Ela também pode ter simplesmente sido cruel.
Só para esclarecer, não entrará em questão se a pessoa teve ou não motivos para dizer coisas que ferem.
E sua reação pode mudar totalmente o rumo da explosão. Se você simplesmente guardou para você, sinto lhe dizer, não foi uma das melhores reações. Além de fazer mal para si próprio [sim caro leitor, guardar sentimentos - principalmente os ruins - é péssimo para a saúde; mas isso não te dá o direito de sair sendo grosso com meio mundo, a educação é essencial para a sobrevivência humana], você passa a impressão que pouco se importa com o que a pessoa que está ao seu redor pensa ou sente.  Você apenas demonstra indiferença. E isso não é legal, fazer uma pessoa sentir-se como se ela não fizesse diferença na nossa vida, como se ela não significasse nada na sua vida. E nem sempre é assim. Tudo bem, eu entendo, a frieza muitas vezes é um escudo, e uma forma de proteção, muitas vezes é mais fácil fingir que não sentir nada, do que sofrer por algo passageiro.
Explodir também não é a saída mais indicada pois na raiva geralmente dizemos coisas que ferem, e se você não gosta de ser magoado, a pessoa que te feriu também não gosta. E o fato de ela ter sido rude contigo, não te da o direito de revidar. E não, não é 'ação e reação' ou 'direitos iguais' ou qualquer coisa do gênero.
A melhor alternativa é e sempre será conversar com a pessoa. Assim ambos podem dizer como se sentem, e dar a oportunidade para um relacionamento melhor [pois sim, relacionamento pode ser entre mãe, pai, filhos e filhas, irmãos, irmãs, amigos e amigas, tios, tias, primos e primas e assim por diante]. 
Eu sei que não é fácil, mas tente, conversar e come clean - abrir o jogo, ser sincero e honesto, é sempre louvável. Assim, você se tornará alguém mais paciente e sábio, com um autocontrole. E o mais importante, construirá ao seu redor um ambiente extremamente agradável e sereno.

25 January 2012

Amém.

Hoje, depois de vários dias pensando, repensando e analisando a mim mesma, fiz essa oração enquanto tomava banho. Talvez, para muitos de vocês, ela não faça sentido, mas para mim ela foi um desabafo, uma conclusão, um agradecimento. Foi também um pedido, de perdão, de reconforto, e de paciência. Sei que muitos de vocês não acreditam em Deus, talvez acreditem em uma força maior, ou talvez não acredite em nada, mas eu peço que você respeite a minha crença, pois para mim, me faz muito bem acreditar em Deus. E creio eu, que devemos fazer e acreditar naquilo que nos faz bem, então assunto resolvido.


"Senhor meu Deus, eu sei que ultimamente não tenho sido grande motivo
de orgulho para ti. Sei que fiz coisas bem erradas, eu sei de todos as coisas que fiz, e que não deveria ter feito. Sabia delas no exato momento em que as fazia, e sempre me arrependia depois, no entanto as fazia novamente. E me arrependia e jurava não as fazer, porém eram juramentos em vão, o que é ainda pior do que fazer o errado. Peço-lhe perdão, meu Senhor, por tudo o que fiz, e não devia ter feito. Dessa vez não vou prometer não fazer novamente, não vou jurar coisas que sei que não serei capaz de cumprir. Por favor, dai-me forças para usar a razão, em momentos que minha emoção falar mais forte.  Sei também que sou fraca, insegura, e egoísta, além de egocêntrica. E tais fraquezas me levam a pensar e fazer maldades, dizer palavras que magoam àqueles por quem mais tenho afeto. Eu reconheço os momentos em que deveria ter me calado, e por medo proferi palavras rudes, duras e frias. Devo aprender a me conter. Senhor, peço forças, para poder superar minha insegurança, pois apesar de me mostrar auto-confiante, e segura, sou extremamente frágil, pequena e medrosa. Tenho medo de ficar sozinha, sem amigos e sem família.  Creio esse ser o meu maior medo. Por favor, Pai, ajuda-me a ver quem são aqueles que vão sempre estar ao meu lado, e dai-me confiança para acreditar que sozinha não ficarei, pois terei determinados amigos e familiares ao meu lado. Senhor, aproxime de mim quem dá tanto valor para as amizades quanto eu dou. E eu Lhe agradeço imensamente pelas amizades que o Senhor colocou em meu caminho nesses últimos tempos, pois sei que eles dão tanto valor a nossa amizade, quanto eu dou. Agradeço por eles serem compreensivos, pacientes, carinhosos, amorosos, alegres e principalmente por serem tão gentis comigo. Agradeço pela amizade verdadeira que tenho com algumas pessoas. Obrigada por ainda existirem pessoas verdadeiras, que acreditam no sentimento puro que é o da amizade.  Obrigada, Senhor, pelos amigos, pois eles são como uma família, que nos acolhe, quando somos forçados a sair do nosso ninho. 
Agradeço também pela minha família Senhor,  pois apesar dos problemas 
diários, e das brigas, minha mãe nunca deixou de estar ao meu lado quando precisei. Apesar dos desentendimentos, ela sempre me apoiou e acordou quando me senti mal. Ela sempre me ouviu e sempre teve um abraço acolhedor e reconfortante para me oferecer. Obrigada Senhor, pois eu sei, que ela é meu porto seguro. E apesar das brigas, ela sempre estará ao meu lado, por mais que eu esteja errada, ela enfrentará o mundo inteiro para dizer que eu estou certa [ mesmo que em casa ela me dê um bronca, por estar errada]. Obrigada Senhor, pela mãe tão maravilhosa que o Senhor me deu. Peço perdão Senhor, pelas palavras rudes e frias que já disse a minha mãe em momentos de brigas, ou pela falta de apoio em momentos em que eu deveria ser a primeira a encorajá-la. 
Agradeço  Senhor pela minha criação, por todos o filmes que assisti, que
me fizeram ser uma pessoa sonhadora e inocente.  Agradeço por não ver maldade nas pessoas e  procura ver apenas o lado bom. Seri que esse meu lado sonhador e idealista, muitas vezes me traz sofrimento, pois vivo sonhando. Em todos os momentos da minha existência, em que não estou conversando, começo a sonhar com uma realidade melhor. Pois eu sei meu Pai, que o Senhor vê o que realmente está dentro do meu coração. Ah! Meu Pai, muito obrigada por me ouvir, e me reconfortar sempre. 
                                  E, eu sei Senhor que não tenho o direito de Lhe pedir nada, mas por favor, dai - me forças, para continuar seguindo em frente.
                                 Amém."