10 August 2010

Altura

insegura. Não existe palavra melhor para me definir /f.a.t.o!
Se existe alguém inseguro nesse mundo, sou eu! É difícil confiar em si próprio, ainda mais em uma fase como essa de transição.
Não é fácil acreditar em seu potencial. A mídia  sempre pede pelas pessoas mais belas, com os corpos mais belos e mais bem formados. 
Mas não é só isso, além das exigências da mídia, cada um tem um gosto diferente. Cada um tem um ideal formado em seus pensamentos [ o meu é bem típico xD: loiro, olhos claros, branquiiiinho...] enfim. Mas nem sempre essa regra é seguida à risca.
E o que fazer quando você passa a gostar de uma pessoa que foge aos seus 'padrões de beleza'?
Você desiste da pessoa, ou você segue em frente?
É complicado... Mais complicado ainda é quando a pessoa faz seu padrão de beleza, mas você não faz o 'padrão' dela? E quando para 'melhorar' -sarcasmo, oi! - você além de ser praticamente o oposto desse 'padrão de beleza' você é totalmente insegura? - se mata! [brincadeira!]
Você simplesmente cria coragem e enfrenta a situação, ou você desiste?
Você enfrenta sua insegurança, e se diz que talvez ele goste de você. Que apesar do seu jeito, ele possa vir a se interessar por você.
E quando ele diz gostar de você, mas quando você além das palavras, você percebe que você não se encaixa naquilo que ele provavelmente goste. Você sente medo de não estar à altura, de frustrar mais uma vez seus sentimentos. E de ao final se perguntar 'porque de novo?"
Porque tudo acabou sem ao menos eu ter tido uma chance de mostrar que, apesar de não ser o 'protótipo' daquilo que ele gosta, eu posso ser alguém bom para tal pessoa também, posso ser eu mesma, mas isso não quer dizer que eu não esteja à altura.
Não é fácil viver em uma sociedade como a nossa, que vive de 'rótulos'. Eu só fico com você por você ser do mesmo 'habitat' que eu, e blablabla.
As pessoas não dão chances umas as outras de conhecer coisas diferentes, e de surpreender como alguém de um outro meio que o seu pode ser interessante.
Por insegurança deixamos de conhecer  - e de dar chances- a pessoas diferentes, pela insegurança de tentar!

1 comment:

killer queen said...

exatamente. esses padroes que nos impõem... bem, muitas vezes nós cedemos a eles nao? o caso é que devemos deixar um pouco de lado o mundo idealizado e perfeito e passar a viver o real. "nós temos que lutar por esse amor, se ele vale a pena.. entao vale a pena lutar" e é assim que a vida funciona. na verdade... alto, baixo, gordo, magro, loiro, moreno, branco, negro... todos estamos à altura de alguem que nos ame por quem somos.
e sabe-se la se o que nao entra nos padroes valerá ou nao a pena, mas sei que vale a pena tentar. (:
teamoprasempre!