06 January 2011

Oportunidade

Outro dia escrevi que queria me apaixonar novamente. Porém somente hoje percebi que não tenho dado ao meu coração a oportunidade de se apaixonar novamente. Mantenho-me presa a memórias, apesar de tê-las libertado. Posso dizer que o sentimento se foi, mas a presença ainda é forte. É meio complicado explicar o que eu realmente sinto. Pois ao mesmo tempo em que eu sei que não sinto mais nada, ainda sinto a presença.
Existem pessoas que nos marcam para sempre, e essa é uma dessas pessoas. Alguém que me marcou muito, e que me fez sentir algo que nunca senti. Contudo, posso dizer com toda a segurança que sinto medo de sentir isso novamente. Medo de que?
Medo de deixar alguém tomar conta totalmente do meu ser, e depois fazer pouco caso dele. Assumo, com muita tristeza, que depois de tanto tempo, sempre faltava algo. Fazia comparações, e esperava uma copia daquele que me fez bem incondicionalmente. Entretanto seria mentir dizer que não gostei das pessoas com quem estive desde então, gostei sim! E de alguma gostei muito, porém havia um vazio. O vazio era dentro de mim. Algo que eu procurava, e que – provavelmente- nem eu sabia o que era, mas não encontrava. E isso me frustrava. E me frustrou.
Procurava sem cessar alguém para substituir alguém. Não conseguia ficar sozinha – apesar de ter ficado durante certo tempo sozinha. Agarrava-me a primeira pessoa que entrava em minha vida – e sinceramente, isso não é nem muito legal e não da muito certo – e ficava presa a ela. Só “soltava” quando me sentia sufocada pela pessoa. Sempre repetia a mesma ladainha “agora vou ficar solteira, blábláblá”, e pergunta se eu conseguia ficar solteira?! – Não.
E isso é cansativo, vazio, passageiro e triste. Confesso que é bom enquanto se esta dentro da relação, porém ao terminar eu via o quanto era apenas uma fuga.
E hoje, ouvi uma musica, na verdade o trecho de uma musica que dizia exatamente o que eu precisava ouvir.

“I don't know what you've been through
But someone somewhere left a mark on you
Well, I'm not them and they're not me
I don't believe in hurt you can't undo
Use the complications you can't face”

E esse foi o clique! Alguém me marcou no passado? Marcou! Porém as pessoas são diferentes, e devemos dar a elas a oportunidade de nos mostrar o melhor delas, paras podermos mostras a elas o nosso melhor.

E o que eu quis dizer com tudo isso?

Eu amei, fui feliz, contudo não tive um final feliz – alias, simplesmente não teve final nenhum. E com isso fiquei com certo receio de passar por essa experiência novamente.  Porém, como já disse antes, as pessoas não são as mesmas, e não é porque eu passei por uma experiência, ao mesmo tempo extremamente agradável e desagradável, que as outras serão assim. Certo?! – sim!

Cada experiência é única, e é isso que faz as pessoas serem importantes em nossas vidas. E acho que depois desse tempo todo, me sinto pronta para aprender a gostar e alguém por ele em si, sem esperar nada, e me deliciar ao me surpreender com a descoberta do caráter do outro.

Porém, vou deixar o destino se encarregar disso. Assim como ele trouxe e tirou, e me fez aprender com isso, sei que ele trará novamente.

3 comments:

Killer Queen said...

às vezes parece tão dificil fazer isso, ne? Deixar o destino guiar nossos passos como se nao houvesse amanha, como se voce nao se importasse com o que vai acontecer. Mas sabe? Por dificil que seja, nem sempre é bom saber o que vai acontecer em seguida, nao é natural. Os romances? Eles vêm e vão, há alguém no mundo - AQUELA pessoa - Esperando por nós, se estivermos ocupados demais tentando encontrá-la, podemos sem querer deixá-la passar.
O passado marca sim, mas ele sustenta o hoje, pra voce poder visar o amanha.
Viva e voe, minha querida. A vida é longa demais para se apressar, mas curta demais para se esperar.

Anonymous said...

Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.
Machado de Assis

A vida é curta minha cara, contudo RARA....vivemos ela uma única vez,as vezes alguns se vão, pois a vida quer nos dar novas experiências, novos realces, novas oportunidades, e outros a vida nos permite ficar, pois ela sabe q ainda tem muito a nos oferecer!!!

Somos RAROS! Não somos? Claroo...Vc é RARA....

Comecei com "Machado" e acrescento com Pessoa...."Tudo Vale a Pena, quando a a alma não é pequena"....

Tudo....
Tudoo....
Caramba...

Tudoooo...Absolutamente!

Aproveite o Máximo....sorria de coisas tristes, chore de felicidade, grite de calma, corra devagar, durma acordada...faça td, por todos e principalmente por VOCÊ....

Anonymous said...

Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.
Machado de Assis

A vida é curta minha cara, contudo RARA....vivemos ela uma única vez,as vezes alguns se vão, pois a vida quer nos dar novas experiências, novos realces, novas oportunidades, e outros a vida nos permite ficar, pois ela sabe q ainda tem muito a nos oferecer!!!

Somos RAROS! Não somos? Claroo...Vc é RARA....

Comecei com "Machado" e acrescento com Pessoa...."Tudo Vale a Pena, quando a a alma não é pequena"....

Tudo....
Tudoo....
Caramba...

Tudoooo...Absolutamente!

Aproveite o Máximo....sorria de coisas tristes, chore de felicidade, grite de calma, corra devagar, durma acordada...faça td, por todos e principalmente por VOCÊ....