07 January 2013

Imagem

  Julgar, pré-conceito, criar uma imagem de uma pessoa antes de conhecê-la. Devo dizer que todos nós fazemos isso, todos!, não conheço ninguém que aja de maneira diferente. Alguns fazem menos, outros mais... Uns julgam descaradamente, outros criam pré-conceitos e por assim vai. Só para esclarecer cada um desses é diferente do outro, por exemplo quando você julga alguém você cria uma opinião baseada naquilo que você viu [ você julga a pessoa por roupas, atitudes, penteados...]. O pré-conceito acontece quando você conhece pouco uma pessoa, ou alguém que você tenha intimidade conhece essa pessoa e já lhe falou sobre ela, assim você fez um conceito sobre.
  É sensato pensar que uma vez em que se conhece a pessoa em questão todo esse pré conceito e julgamento mudarem ou desaparecerem, pois já que você se tornou amigo, supõem-se que você gostou da pessoa. Porém, muitas vezes nós já conhecemos a pessoa, e ainda assim temos esse pré-conceito.
Fazemos em nossa mente uma imagem de alguém com quem convivemos, e convenhamos, complica o nosso relacionamento. Essa atitude, talvez inconsciente, faz com que imaginemos ações e reações, muitas vezes, falsas. Entretanto, não quero dizer que isso é totalmente errado, se alguém sofre desse mal, é porque algum motivo teve, mas... Será que esse motivo ainda prevalece?
  Será que todo esse receio ainda tem um motivo de ser? Toda essa proteção ao redor de si vale a pena?
  Já pensou em dar uma chance para a pessoa, mas não aquela oportunidade que acaba na primeira ameaça de pisada de bola. O que eu quero dizer é, dá um tempo! Sim, pense, reflita e veja as coisas sem sua venda. Veja se suas atitudes são boas, muitas vezes a vida é apenas ação e reação; você teve motivos para se fechar, começou a agir de forma brusca, e dai vira aquele ciclo vicioso...
  Uma frase bem clichê: ninguém é perfeito; claro que eu me julgo perfeita, mas sei que não sou. De certa forma, as pessoas são perfeitas como elas são, porém todos tem seus defeitos, e devemos aprender a conviver com eles. Se aceitamos a pessoa para conviver conosco é porque aceitamos seus defeitos também! É errado querer mudar alguém, o máximo que podemos fazer é mudar a si próprio, e assim nossa atitude refletir nos outros, quase como um espelho; se você não gosta do que está vendo cabe apenas a si próprio mudar o seu reflexo.

No comments: